Acerca de

O rotor de Flettner foi desenvolvido pelo engenheiro e inventor Anton Flettner, na década de 1920. A conceção do rotor utiliza o Efeito Magnus como meio de propulsão, e ainda hoje é utilizado em alguns navios. O exemplo mais espetacular foi o Navio Rotor de Flettner, assim designado por ser propulsionado por dois rotores com cerca de 20 metros de altura que se assemelhavam a chaminés gigantes. Ao chegar a Nova Iorque, em 1926, depois de atravessar o Atlântico a velocidades de até 17 nós, ganhou a admiração de Albert Einstein.

Em 1931, as conceções foram compradas por Walter Stern, fundador da British Flettner Ventilator Ltd, que começou então a fabricar e a vender ventiladores em Londres, Inglaterra. A Flettner Ventilator Ltd é um negócio de gestão familiar desde 1931 e possui já mais 80 anos de experiência no fornecimento de ventilação acionada pelo vento.

A British Flettner Ventilator produziu ventiladores numa grande variedade de tipos e tamanhos, os quais eram originalmente feitos de metal. A conceção mais pequena do Flettner 417, cujo tamanho era semelhante aos dos ventiladores Flettner atuais, tornou-se a mais popular.

Ventiladores Flettner 417 foram instalados em veículos de transporte de todos os tipos, na Europa, Austrália e África do Sul. Nos anos do pós-guerra, os Ventiladores Flettner eram habitualmente instalados em diversos tipos de veículos de transporte, incluindo:

  • Carrinhas de entregas e veículos comerciais
  • Comboios e elétricos
  • Veículos de emergência
  • Veículos e atrelados para o transporte de animais
  • Barcos e embarcações de recreio
  • Autocarros e camionetas de passageiros
  • E edifícios

A empresa continuou a prosperar e, no final da década de 1970, impulsionada pelos desenvolvimentos na indústria dos polímeros, passou do aço para o plástico no fabrico dos novos ventiladores e obturadores.

No início dos anos 80, foi produzido o patenteado Flettner 2000, uma versão atualizada do 417. Com a sua conceção em plástico e conceção de linhas mais finas, o F2000 conseguia extrair ar com muito menos força de vento, tornando-se um sistema de extração de baixo custo, eficiente e versátil para carrinhas comerciais, camiões, reboques de planadores, comboios, caravanas, roulottes, barcos e edifícios. O Flettner 2000 foi instalado noutras plataformas, incluindo embarcações de pecas – tendo, inclusivamente, feito parte de uma expedição à Antártida.

Em 2006, foi lançado o patenteado Flettner TCX-2. Com aspeto semelhantes ao 417, mas fabricado em plástico de alta qualidade, esta versão foi concebida com uma série de modificações, incluindo um sistema de extração potente e um eixo com conceção melhorada com uma base standard e outras estreita para ser instalado em tetos estriados, em aplicações semelhantes.

A Flettner continuou a crescer e transferiu a sua sede para Milton Keynes, em 2015, a fim de tirar partido da excelente infraestrutura de comunicação e logística da cidade.

Hoje em dia, a Flettner Ventilator Ltd é considerada líder mundial na conceção e fabrico de produtos de ventilação eólicos e continua a fabricar os seus produtos no Reino Unido, vendendo para mais de 20 países. A Flettner mantém os mesmos princípios com que começou há mais de 80 anos: fornecer um produto para a extração do ar, simples mas duradouro, que possa ser utilizado numa ampla gama de aplicações. Uma verdadeira história de sucesso da indústria britânica.

Where to buy your Flettner

more

Newsletter

Sign up and receive all the latest
product news & information.

Flettner